quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

beleza

Há algo de verdadeiramente belo na solidão, eu pensava nisso enquanto ouvia a trilha sonora de Juno no meu mp3 e andava naquele ônibus sujo pela W3 e eu olhava pra rua pela janela e a abri mais um pouco pra deixar o vento bater nos meus cabelos indóceis e pensei exatamente nisso, em como a beleza na solidão é verdadeira. Bateu uma puta vontade de chorar e de rir ao mesmo tempo mas eu não sou dessas pessoas que anda rindo à toa ou chora na frente de desconhecidos, então eu só pensei, não ri e nem chorei e imaginei as lágrimas caindo dos meus olhos e descendo devagarzinho pelo meu rosto e molhando meu sorriso aberto e seria muito bonito isso. As lágrimas brilhando, meus dentes brilhando e a solidão inundando tudo. E as lágrimas silenciosas riscando meu rosto, traçando seu caminho. Silenciosas. Meu pequenos diamantes. Há algo de único na tristeza, algo que é só nosso, que não pode ser dividido, compartilhado. A tristeza não pode ser dividida, é só nossa. A alegria não, essa contagia toda gente que passa por perto, mas a tristeza, cada qual tem a sua e com ela fica. Cada indivíduo carregando sua mágoa, sua tristeza, sua solidão. Uma matula que ninguém vê mas pesa feito uma condenada no coração da gente... Se eu soubesse, só pintaria gente triste, mulheres tristes com seus semblantes enevoados e lindos. Mas dores de amor, não dor de quem perdeu filho ou de quem teve um membro decepado, isso é terrível, está além dessa tristeza que estou falando. Eu falo da tristeza de não ser amada de volta, ou de ter perdido um amor por pura bobagem, ou nem sequer ter chegado a amar... Essa marca de tristeza, de mágoa e de solidão que só a falta de amor dá a um rosto, isso é lindo. É lindo.

Cheguei em casa, tomei chá gelado e fui ver Duro de Matar 1 porque preciso abstrair tanta beleza e dor nesse mundo. Especialmente quando alguém que se conhece há tanto tempo e mal se conhece diz que nos sente a falta... aí é ficar bem protegida sob o edredon porque, como diria o Tom Zé, amanhã a felicidade vai desabar sobre os homens e ela mete medo...

Um comentário:

Roberto disse...

bacana, gostei
vou acompanhar doravante