segunda-feira, 7 de setembro de 2009

reciprocidade

Eu e você despertamos o que há de pior um no outro. O castigo é que esse mal recíproco nos exauriu mas nos une como uma amizade às avessas, tão certeiro quanto o laço pendendo da forca.

4 comentários:

Jo Max disse...

a noite é linda e pura.. vamos respirar algo de bom e novo.

beijo minha amiga que não lembra de mim,,, chorei..!!!

:o)

Verônica Lima disse...

não esqueci de vc não, menino!
:>

beijocas

Natame Diniz disse...

blog lindo :)

Verônica Lima disse...

obrigada pela visita e pelo elogio, Natame. dei uma passadinha no seu tb e gostei do q vi e do q li.
:>